sexta-feira, 18 de maio de 2007

Reunião no Parque Central

Domingo, dia 20, estaremos na Concha Acústica às 10hs
Vamos trocar idéias e atualizar o movimento dos Amigos do Parque Central
Participe dessa reunião
Sua presença é importante

8 comentários:

Amigos do Parque Central disse...

Mesmo com chuva, alguns corajosos apareceram.
Novidades aparecem.
Amanhã começa uma semana movimentada.

José Carlos disse...

Sem dúvida corajem não falta para nós, de passo a passo vamos caminhar em busca da preservação e melhoria do Parque Central.

Eduardo disse...

Boa noite amigos,

Mesmo com chuva comparecemos e o melhor de tudo foram as idéias e sugestões que surgiram.
Teremos uma semana de trabalho. mas sem dúvida valera a pena.

Francisco disse...

Bom Dia amigos, vamos lutar pela natureza, e não pecar pela omissão.Não podemos permitir que destruam o resto de verde que existe na cidade.Temos um exemplo recente ocorrido em São Caetano (Pça Di Thiene),que apesar da promessa de preservação foi totalmente devastada.

Francisco Vieira disse...

Memória - E a Praça Di Thiene troca o verde pelo cinza
Ademir Médici
Do Diário do Grande ABC

Esta praça pública trocou o verde pelo concreto.Falamos da Praça Di Thiene, o último verde que restava na Avenida Goiás, em São Caetano.A Praça Di Thiene, coitada, já era. Restam: as explicações oficiais da Prefeitura; e duas ou três placas na própria praça, onde se lê: esta área verde será mantida.
O oficial - “O prédio terá 2,5 mil m² e, segundo a Prefeitura, não afetará a área verde do local”
A verdade - A obra afetou, sim, o verde da praça. Há tapumes na Avenida Goiás. Por traz dos tapumes, concreto e ferro, num misto de cinza e negro.
Esta coluna Memória tem recebido várias queixas e lamentos de moradores de São Caetano sobre a destruição do verde da Praça Di Thiene. O que eles dizem: “É um absurdo o que a Prefeitura está fazendo”.
A Associação dos Amigos da Saúde Emília Alfredo Manganotti fez uma representação ao Ministério Público da Comarca de São Caetano sobre a retirada de árvores de logradouros públicos da cidade, inclusive da Praça Di Thiene.
O processo da Praça Di Thiene está com o promotor público Júlio Sérgio Abbud, citado nas explicações oficiais da Prefeitura.
Esta coluna Memória pretende ouvir o dr. Abbud, mas com uma grande mágoa no coração: nada trará de volta as árvores frondosas da Praça Di Thiene . Árvores que davam um pouco mais de vida a uma São Caetano que a cada dia se torna mais cinzenta e emburrada. Passarinhos, adeus!
Serve como exemplo ....

Francisco Vieira disse...

Não estamos falando da Chácara Silvestre, em São Bernardo, em que a Prefeitura planeja derrubar de 50 a 341 árvores para ali instalar o concreto de uma escola de educação ambiental. A Chácara Silvestre, em São Bernardo, vai resistindo, graças ao SOS tocado por um grupo de idealistas.

Sergio disse...

PREFEITURAS DEVASTAM O VERDE DO ABC
Pça Di Thiene na Av.Goiás em S.Caetano,foi cimentada e teve árvores arrancadas. Na Av. Pres.Kenedy, deixaram o extenso canteiro central com muito capim e alguns arbustos.
A moradora que entrou com representação no MPúblico,está de parabens. O povo de S.Caetano poderia construir um grupo de "AMIGOS DE S. CAETANO", que juntamente com os "AMIGOS DE S.BERNARDO" e "AMIGOS DO PQ.CENTRAL, protegessem a natureza do ABC da adoração ao concreto e asfalto, por governantes insensíveis. Torço para que nosso movimento se amplie e fortaleça.

Anônimo disse...

"I can tell you the house is not going to be demolished this weekend," said one Irvine official who insisted upon anonymity.Irvine Mayor Michael Ward said, "We didn't want to knock http://buiding.site40.net it down to begin with." He added that he is grateful to the City Council members who "stuck by their guns" and forced the Ganishes to the bargaining table.