quarta-feira, 6 de maio de 2009

Associação recorre ao MP para evitar shows no Parque Central



Fabiana Piasentin
Do Diário OnLine
A associação APC (Amigos do Parque Central) irá entrar nesta quarta-feira com uma representação no MP (Ministério Público) para evitar que eventos como os realizados no aniversário de Santo André, em 8 de abril, e em comemoração ao Dia do Trabalho, em 1º de maio, voltem a acontecer no Parque Central. De acordo com a entidade, essas apresentações sujam e degradam o parque, além de prejudicar a fauna local.
"Não somos contra shows no parque, mas somos contrários ao tipo de apresentação que reúne uma quantidade muito grande de pessoas. O município possui outras áreas para a realização desses espetáculos", afirma o presidente da APC, José Carlos Vieira.
Cerca de 75 mil pessoas, segundo a organização do evento, estiveram no Parque Central nos shows da última sexta-feira. Para a associação, o público elevado também facilita a prática criminosa e o vandalismo. "Não houve fiscalização com relação ao consumo de álcool dentro do parque. Quem frequenta o local ficou horrorizado, porque após o show parecia um lixão. Até nos lagos havia lata de cerveja", revolta-se Vieira.
Para a APC, a função do Parque Central como área ecológica também é prejudicada com a realização de eventos de grandes proporções. "O espaço tem animais silvestres e recebe aves migratórias. A queima de fogos de artifício durante o show afugentou esses animais", ressalta.
A Prefeitura de Santo André informou "que vai continuar a realizar shows e atividades culturais e de lazer no Parque Central, mantendo uma tradição adotada em administrações anteriores". A administração municipal afirmou, ainda, que todos os parques da cidade são áreas Especiais de Interesse Ambiental, que têm a função "de proteger as características ambientais existentes e oferecer espaços públicos adequados e qualificados ao lazer da população".
Quanto à fauna existente no local, a prefeitura disse que a queima de fogos pode afastar as aves "apenas em determinados momentos" e que esses animais foram "vistos no parque mesmo durante apresentação dos artistas".

Um comentário:

Aline disse...

Que absurdo!

Regredimos mil anos com este ditador como prefeito em Santo André.