sábado, 30 de novembro de 2013

Polícia Rodoviária denuncia grande crime ambiental na região de Ibiúna

NOSSO AMIGO SÉRGIO LISSE ATUALMENTE MORANDO EM IBIÚNA NOS MANDOU ESTA DENÚNCIA, ESTA ÁREA DE MATA ATLÂNTICA TEM CERCA DE 15 HECTARES E NELA EXISTIAM ÁRVORES CENTENÁRIAS E ANIMAIS COMO O MACACO BUGIO, ELE MESMO PRESENCIOU UM FILHOTE DE BUGIO VINDO EM SUA DIREÇÃO DESNORTEADO E HÁ RELATOS QUE ANIMAIS FORAM MORTOS ATROPELADOS NA RODOVIA BUNGIRO NAKAO E ESMAGADOS PELAS PRÓPRIAS MÁQUINAS.DE QUE ADIANTA NO NOSSO PAÍS EXISTIREM LEIS QUE PROTEGEM A MATA ATLÂNTICA SE ELAS SÓ FICAM NO PAPEL.A CORRUPÇÃO E IMPUNIDADE VÃO DESTRUIR O POUCO DE FLORESTA ATLÂNTICA QUE RESTOU, UMA VERGONHA PARA O NOSSO PAÍS. Polícia Rodoviária denuncia grande crime ambiental na região de Ibiúna Os policiais rodoviários avistaram na rodovia Bunjiro Nakao (km 67), próximo a Ibiúna, várias máquinas realizando desmatamento A Polícia Rodoviária entrou em contato com a redação do Jornal da Economia com o intuito de realizar uma denúncia referente a desmatamento de mata atlântica. Durante patrulhamento pela rodovia Bunjiro Nakao (SP 250), os policiais rodoviários avistaram na altura do quilômetro 67, próximo a Ibiúna, várias máquinas realizando desmatamento em uma grande área verde as margens da pista. O trabalho gerou suspeita para as autoridades que resolveram averiguar a existência de alguma documentação que autorizasse o serviço. Os policiais foram informados pelo responsável do local que o Policiamento Ambiental já havia estado ali e o trabalho estava autorizado. Entretanto, foi solicitado ao mesmo que mostrasse a documentação que atestaria a legalidade do serviço e o responsável disse que não a possuía. Desta forma, a polícia rodoviária entrou em contato com o Policiamento Ambiental, que afirmou ter passado pelo local na manhã do mesmo dia, mas que não havia autorizado trabalho nenhum. Diante dos fatos, a Polícia Rodoviária solicitou que o policiamento ambiental retornasse ao local, visto que, segundo relato das testemunhas “o espaço é de mata nativa e vários animais silvestres pertencentes à fauna local estavam sendo esmagados pelas máquinas, que arrancavam as árvores pelas raízes, sendo que muitas tinham ninhos de passarinhos e de outros animais que estavam completamente desnorteados correndo pelo terreno, já limpo, procurando seus filhotes e seus abrigos”. Após a Polícia Ambiental chegar ao local, a equipe da Polícia Rodoviária mostrou a área em que as máquinas estavam fazendo o desmatamento, então foi constatada a irregularidade. Foi feita a medição total da mata nativa desmatada e, em seguida, será feito o auto de infração e tomado todas as medidas administrativas cabíveis. A empresa que efetuou o desmatamento se chama F.A.L. – Pavimentação e Terraplenagem Ltda EPP, sendo o encarregado da obra o Sr. Adilson Batista Devecchi. Fonte: Texto: Felipe Modesto / Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária JE Online

Um comentário:

Evandro Nemeth disse...

Estive em Ibiúna esse fim de semana e achei um absurdo!!! Eu mesmo liguei p policia!!! Tem que colocar todo mundo na cadeia e tomas a maquinas dele p recuperar a área desmatada!!!