sábado, 21 de abril de 2007

Amigos do Parque Central

Voce é Amigo do Parque Central ?

18 comentários:

Ed disse...

Sou frequentador. Vou participar da organização.

edepdias@hotmail.com disse...

Boa idéia !

José Carlos disse...

Vamos lutar pelo Pq. Central uma das poucas areas verdes na região central de Santo André.

eduardo disse...

Vamos esperar que prevaleça o bom senso, mas para isso é necessário o apoio dos frequentadores do parque.

Sérgio disse...

BELO TRABALHO
Estava pensando em montar um bloq e já montaram. Parabéns.
----------
Bela foto do Central Park de New York. Aliás a cidade tôda é assim verde. Não vinga ali um DEPAV/Eletropaulo para dizimar o verde da cidade. Sonhar é só um sonho. Temos de tornar o sonho real pela nossa ação.
Sérgio

Anônimo disse...

Francisco disse...

Estarei participando da manifestação no dia 05/05 e convoco a todos (usuários e moradores) a juntarmos forças para impedirmos que se perca uma boa parte da pouca área verde existente na cidade...

Antonio Carlos d´Ávila disse...

Conheço a área do Parque desde que era da Estrada de Ferro, na qual havia muita vida silvestre.Hoje, praticamente, só há pássaros, o que também é ótimo, porque é vida, assim como os cães dos freqüentadores. Entretanto, sem a pretensão de que o Parque seja um "santuário ecológico" é possível
melhorar algumas coisas, entre elas o ambiente para as aves que encantam a maioria dos freqüentadores.
Para isso, seria necessário que a Prefeitura tivesse uma equipe de profissionais com visão e atuação integrada, não só no paisagismo,mas, principalmente no ecosistema; ou seja,profissionais da área da botânica e da biologia.
Além disso, seria interessante também despoluir os lagos, já que a água é a base da vida!
Por enquanto, fico por aquí, e coloco-me à disposição para colaborar.
Agradeço pela oportunidade de poder manifestar-me.
Atenciosamente,
Antonio Carlos d´Ávila
consef@terra.com.br
Tel. 4990-7228

Marcos disse...

É um desrespeito o que a nossa Prefeitura pretende fazer com o Parque. Vamos lutar por ele!

Maria disse...

"A humanidade só garantirá a qualidade de vida qdo souber conviver em harmonia com o ambiente que vive. A responsabilidade da preservação é de toda sociedade, com ações praticadas no seu dia-a-dia.A sensibilização de um indivíduo é a base da mobilização coletiva".
SOS MATA ATLÂNTICA

Anônimo disse...

Sergio Lisse
Acredito que o Pq.Central deva, pelo menos nos 50% que sobraram, ser florestado com as milhares de espécies da flora brasileira. Onde, embaixo delas vivessem as plantas características de sub-bosque. É tudo de bom- sombra, vida, cheiro, cores,conservação das águas que abastecerão os lagos,etc.... Não é certo ficar por menos. Aqui tínhamos 100% de floresta atlântica e agora temos que brigar e perder muito tempo para ver se conseguimos 0,002%. O parque já está todo retalhado, mas mesmo estes retalhos poderão abrigar muita vida e beleza.
Na reunião com o executivo, coloquei em pauta o voluntarismo no florestamento e o assunto ficou pendente, assim como o manejo conservacionista[que jamais agride] na cidade. Também, mais uma vez os podres poderes no Brasil se manifestam, ou seja ignoram o contribuinte. Foram protocolados no gabinete do prefeito dois documentos que até agora não tiveram resposta, somando-se a muitos outros enviados. Isso é inaceitável. Temos a obrigação de exercer nossa força.

José Carlos disse...

Vamos todos no protesto dia 05/05 demonstrar aos nossos governantes a nossa vontade que é de respeito ao meio ambiente.

AMIGOS DO PQ. CENTRAL disse...

DOCUMENTO PROTOCOLADO NO GABINETE DO PREFEITO DE SANTO ANDRÉ
Estudo e observações a respeito do Parque Central ao longo de muito tempo geraram este documento, que temos fé que essa casa da boa legislação levará em conta. É um documento feito acima de tudo com amor à natureza e ao próximo.
Grupo dos Amigos do Parque Central
Santo André. 17 de abril de 2007

DIAGNÓSTICO DO PARQUE CENTRAL

1) Sua área está sendo gradativamente tomada. Aproximadamente 50% já foram tomados. Cada setor ou grupo defenderá a área tomada e dirá que o que ali foi construido se insere maravilhosamente no parque. Apesar de existirem por toda a cidade áreas esportivas, seja em jardins, parques, escolas, terrenos desocupados, é o maior charme estar num grande parque como o Central. Só não tem quem defenda sua vocação natural, as centenas de espécies de pássaros que ali poderiam viver, as centenas de espécies de árvores da mata-atlântica que ali deveriam vicejar, espalhando com certeza sua beleza, perfume, mistério, abrigo. Fazendo renascer o maravilhamento das crianças por tudo o que ainda não conhecem, especialmente os mais pobres cuja renda não os permite viajar para sítios e fazendas.

Se insere neste parágrafo um pedido de consideração para que parte dos 35.000 m2(uma área enorme) da Escola Sabina, que serão simples jardins, voltem ao parque para ser área natural. Assim como parte dos 18.000 m2 do play-ground, que poderia ter seus equipamentos mais adensados.

Protestamos também que a PMSA arrancou da cidade 34.000 m2 de área verde onde havia nascente, lago, pássaros e quadra e que era uma extensão do Pq.Central para fazer ali auto-pistas inúteis e milionárias que terminam em uma rua de bairro. A visibilidade de um parque não justifica a destruição de outro parque. Como cidadãos de uma cidade sem-verde e nunca consultados, lamentamos profundamente.

2) A PMSA fez tudo o que quis ali – escola, pista de cooper, bike, aeromodelo, campo, quadras, área de show, piscinão, etc. O parque ficou bastante retalhado. Sobrou pouco para a reivindicação dos naturalistas. Assim pedimos que o resto seja um jardim botânico ou reflorestamento com as milhares de espécies de nossa flora, cuja beleza, sem dúvida é inigualável. Se nossos dirigentes quiserem podem fazer a mata do beija-flor, a mata dos pássaros, a mata dos macacos [sim..cabem alguns]. Seria uma bela escola natural de preservação ambiental. As mudas em diversidade poderiam ser feitas no parque mesmo ou adquiridas em viveiros próximos da grande S.Paulo. No endereço a seguir tem uma lista com 80 viveiros. www.fflorestal.sp.gov.br/recup_florest/PlanilhaViveirosCadastrados.pdf. A Secretaria do Meio Ambiente do Estado também tem uma lista.
O mundo já está dizendo:-Seus filhos correm perigo- plante árvores. Deveria a PMSA apoiar e incentivar os voluntários, que sabemos, são muitos e são apaixonados pela natureza. Eles ajudariam como já ajudam nessa tarefa. Não deve a PMSA tratá-los como inimigos.

3) O manejo do parque atualmente é devastador. Poda, corte de árvores, raleamento da paisagem, retirada da matéria orgânica, grama e capim cobrindo quase todo o parque, implantação de mudas inadequadas, assoreamento dos lagos. Não nos alongaremos sobre manejo, porque o item 2 sanará todos esses problemas por ser um novo enfoque.
Frisamos que um jardim botânico ou reflorestamento uma vez feito, tem um custo de manutenção mínimo. Assim como o Pq. Trianon na Paulista em S.Paulo. Assim como toda praça bem bosqueada. Assim como toda floresta, que não precisa dos cuidados do homem e sim cuida dos homens. Nos colocamos à disposição dessa administração para cooperar.

4) Segurança - Se ficam 3 ou 4 guardas na portaria, o resto fica desguarnecido. Assim poderia ficar 1 ou 2 na portaria e 2 patrulhando de bicicleta.
Ou 1 na portaria, 1 numa guarita alta na parte alta do parque, e 1 ou 2 em patrulha de bicicleta.

AMIGOS DO PARQUE CENTRAL

Karen disse...

isso pessoal...vamos preservar o pouco q resta do nosso verde,q a maioria do verde já havia sido destruido por construçoes...vamos deixar os passaros cantar como sempre cantaram,naum vamos deixar q cortem o nosso ambiente e nao fazerem os passaros pararem de cantar...o canto deles tbm é importante é vida q está em nossas maos.vamos protestar !!
BJS A TODOS Q APOIAM O NOSSO TRABALHO DE PROTESTAR BJSS

Karen disse...

A VIDA
É pensar q todos os campos mais lindose os bosques mais floridos, nao brotará mais a vida é pensar q os mais belos animais da terra e os raros peixes do mar sofrerao com a falta daquilo q é mais precioso a nossa vida:"A água"
E os homens se matarao por um copo d'agua e verão seus flhos morrerao de sede e das lágrimas dos homens brotará a esperança de um dia encontrar novamente a vida
e ao olhar para o passado,perceberão q nao deram valor a dádiva de Deus sentirao saudades do canto dos passaros do cheiro das flores e do forte reúdo das aguas e para q essas pragas nao venham a acontecer,lutaremos até a ultima gota d'agua !

Karen disse...

Beijos a todos q apoiam o Parque Central !
OBS: continuaremos lutando até o fim !

Sérgio disse...

NEW YORK ESTÁ SE MECHENDO. QUEREMOS QUE SANTO ANDRÉ SIGA O EXEMPLO.
NY terá 127 medidas para se tornar verde
O prefeito Michael Bloomberg lançou um plano para tornar Nova York uma cidade verde. A proposta tem 127 medidas para incentivar a população a combater a poluição, em especial a derivada de CO2. Uma das medidas é plantar um milhão de árvores em dez anos e fazer com que cada

Sérgio disse...

NEW YORK ESTÁ SE MECHENDO. QUEREMOS QUE SANTO ANDRÉ SIGA O EXEMPLO.[texto completo]
O prefeito Michael Bloomberg lançou um plano para tornar Nova York uma cidade verde. A proposta tem 127 medidas para incentivar a população a combater a poluição, em especial a derivada de CO2. Uma das medidas é plantar um milhão de árvores em dez anos e fazer com que cada habitante da cidade tenha um parque a menos de dez minutos de caminhada do lugar onde mora. Outra é cobrar mais imposto de quem consome muita energia elétrica. A Prefeitura pretende aumentar as ciclovias e incentivar o uso da bicicleta. Bloomberg prometeu eliminar os impostos municipais para carros do tipo flex e reduzir drasticamente as taxas para carros com controle de emissões de CO2. Bloomberg também vai exigir mudanças na frota de ônibus e ampliar o funcionamento do metrô - O Globo, 24/4, Ciência, p.28.

Sérgio disse...

Solo tropical
"A conservação do solo se destaca na agenda da agricultura sustentável. Base da produção, é na fartura da terra que vinga a riqueza das plantas e dos animais, fornecendo alimentos, matérias-primas e, agora, energia renovável. Cuidar do solo significa garantir o futuro. Cada centímetro de solo exige séculos para se formar. Custa uma fortuna na contabilidade da natureza. Nesses tempos de aquecimento global, teme-se pela desertificação, que dramaticamente já se verifica em certas áreas agrícolas do mundo, incluindo o semi-árido nordestino. Nova batalha terá de ser vencida pelos conservacionistas. A cada época, um desafio. Parece um alerta, quase um castigo, como se aos agricultores fosse necessário sempre lembrar que o solo é patrimônio da humanidade", artigo de Xico Graziano - OESP, 24/4, Espaço Aberto, p.A2.